Atentado em Nice coloca o Brasil em alerta para os Jogos Olímpicos

segurança olimpiadas rio 2016 (quote)Olimpíadas 2016: Quais seriam os riscos de atos de terrorismo durante as competições? A preocupação com a segurança dos Jogos Olímpicos do Rio de Janeiro agora chegou ao nível máximo.

O atentado ocorrido nesta quinta-feira (14) em Nice, no sul da França, mobilizou as autoridades brasileiras em relação a segurança nas Olimpíadas rio 2016.

Em entrevista coletiva, o ministro do Gabinete de Segurança Institucional (GSI) Sérgio Westphalen Etchegoyen tentou amenizar a situação, afirmando que o país está pronto para os jogos.

Na ocasião, não escondeu sua preocupação e revelou que será feita uma revisão no plano de segurança, para que sejam identificadas “eventuais lacunas”.

Etchegoyen disse também que a Agência Brasileira de Inteligência (Abin) está “de prontidão” para alertar a população em casos de necessidade.

O GSI enviou um oficial à França para contatar o serviço de inteligência local e ter mais informações sobre procedimentos. A reunião está sendo intermediada pela embaixada brasileira em Paris.

Michel Temer, que estava em São Paulo, antecipou sua volta para Brasília e convocou uma reunião de emergência com Etchegoyen e os ministros Raul Jungmann e Alexandre de Moraes, da Defesa e da Justiça.

O esquema de segurança no Rio de Janeiro

É inegável o risco de atentados em qualquer evento mundial atualmente e as preocupações em relação à segurança no Rio de Janeiro se voltavam inicialmente mais a assaltos do que ao terrorismo. Porém, o cenário aponta, que isto precisa ser revisado.

Defendendo o planejamento já estabelecido, o ministro Etchegoyen declarou que a revisão será feita devido à “simplicidade da logística” do atentado de Nice. Segundo ele, a preocupação com a segurança ficou mais “intensa”.

Medidas antecipadas

Algumas das medidas que foram antecipadas na entrevista são, mais restrições para a circulação de veículos e mais postos de controle de fluxo de pessoas.

O ministro ressalta ainda que os brasileiros não estão acostumados aos “níveis de segurança que as circunstâncias impõem” e diz que não quer que os Jogos se transformem num “ambiente policialesco”.

ameaça-brasil-estado-islamicolAbin confirma: Estado Islâmico estaria tentando recrutar “lobos solitários” no Brasil…veja mais aqui


A preocupação do Brasil é em relação aos chamados “lobos solitários”.

Depois da identificação de mensagens no Twitter, a existência de um grupo de mensagens no aplicativo Telegram,  e por último declarações de jornais franceses (veja mais aqui).

Com os olhos do mundo voltados para o Rio de Janeiro durante o evento, o Brasil precisa provar sua capacidade de proteger não apenas os atletas, mas igualmente os turistas e a população local.

Você pode gostar também