Pastor baiano coloca faixa com frase homofóbica na frente da igreja

pastor faixa igreja bahia quote (foto 2 redes sociais)A faixa do pastor com a “frase” foi colocada na faixada de uma igreja do pequeno distrito da cidade baiana de Entre Rios (BA).

A iniciativa do pastor, considerada homofóbica, partiu do líder de uma igreja de denominação Congregação Batista Bíblica Salem que fica no pequeno distrito de Porto de Sauípe.

Levítico 20:13

Essa frase transcreve um versículo bíblico de Levítico 20:13, que faz menção a prática de homossexualismo: “O homem que se deitar com outro homem como se fosse uma mulher, ambos cometeram uma abominação, deverão morrer, e seu sangue cairá sobre eles”.

Homofobia

A exposição do texto de forma como foi feita, expressa teor de homofobia, e até mesmo outras igrejas locais condenaram a atitude do pastor.

A sua atitude colocou a igreja como alvo de investigação por parte do Ministério Público da Bahia (MP-BA) por propagação de ódio e incentivo a homofobia.

[ad id=”5787″]

Revolta da população

A atitude da igreja provocou revolta em muitos moradores, causando polêmica na cidade, gays que residem na comunidade, indignados comentaram o caso: “Eu fico assustado de ser gay e morar aqui em Porto de Sauípe[…]”.

A pessoa que preferiu não se identificar, um jovem assumidamente gay, comenta ainda que uma frase como esta, embora contida na Bíblia, alimenta o ódio e a discriminação pelos homossexuais, finalizando que, quem comete um ato desse poderia ser “capaz de fazer qualquer coisa”.

Outra pessoa que mora no distrito e que se diz lésbica, também pediu anonimato, e afirmou que o “clima ficou tenso” no local: “A qualquer momento podemos ser atacadas por uma dessas pessoas” comentou a moradora.
Ela ainda relata que a localidade sempre teve um clima de paz e que nunca houve este tipo de incitação ao preconceito: “[…]coisas de agressão por conta de orientação sexual”, desabafa.

Pablo Neruda

Outra faixa fixada na igreja, traz mais uma mensagem, que de acordo com nossa pesquisa, é atribuída ao escrito Pablo Neruda.

Com aparente tom de ameaça a faixa diz: “Você é livre para fazer suas escolhas, mas não é livre para escolher as consequências.
Segundo noticias na internet, o Pastor Milton Santos, responsável igreja disse que não houve intenção de incentivar a homofobia e nem agressões a homossexuais.
Ele se justifica, em suas palavras dizendo que, “[…] queria demonstrar a insatisfação de Deus com a vida que estas pessoas “escolheram””.
Em sua declaração o pastor finaliza dizendo: “Os gays não devem ser mortos, devem ser salvos, pois já estão mortos espiritualmente”, finaliza.

[ad id=”3969″]

Inquérito policial

A coordenadora do Centro de Apoio dos Direitos Humanos do MP da Bahia, promotora Márcia Teixeira, informou que uma denúncia foi encaminhada à promotoria da região de Porto Sauípe, sediada na cidade de Entre Rios.
A denúncia sera analisada para saber se ha possibilidade do caso resultar em inquérito policial.

 

Você pode gostar também