Twitter cancela 235 mil contas relacionadas com terrorismo islâmico

A rede social Twitter anunciou que cancelou nos últimos 6 meses cerca de 235 mil contas, todas por por terem algum tipo de relação com o terrorismo, principalmente com o grupo extremista o Estado Islâmico. Veja os detalhes na reportagem

E empresa dona do Twitter emitiu nota em que dizem estar “Horrorizados com as atrocidades perpetradas pelos grupos extremistas”.

No total, a conta já passa de 360 mil microblogs suspensos pela companhia, por fazer alusão ao terrorismo e difundirem esse tipo de conduta.

Estamos horrorizados com as atrocidades perpetradas pelos grupos extremistas”, completou a empresa.

O Twitter tem sido acusado de ser conivente à situação, a empresa foi absolvida.

O Twitter chegou a ser processado pela esposa de um homem, morto num ataque a Jordânia em 2015. Segundo a mulher, a rede social foi permissiva ao deixar o grupo radical islâmico usar a sua rede social para espalhar propaganda.

Ela ainda acusa a empresa de permitir que militantes fizessem campanhas para arrecadar dinheiro e recrutar pessoas para o terrorismo.

Veja detalhes da nota da empresa:


“Condenamos o uso do Twitter para promover o terrorismo e as regras do Twitter deixam claro que este tipo de comportamento, ou qualquer ameaça violenta, não é permitido em nosso serviço”, explicou a companhia.

Fonte: Correio 24 Horas – Tópicos: Estado Islâmico – Internet – Twiter – Crime

Você pode gostar também