Armin Meiwes video original com fotos do Açougueiro Mestre chocantes

O canibal de Rotenburg, autor do vídeo original do Açougueiro Mestre nasceu na Alemanha, seu nome é Armin Meiwes, veja se tiver coragem.

Meiwes era um usuário normal da Internet, até o dia em que se tornou
conhecido como O Açougueiro Mestre, em alemão “Der Metzgermeister” saiba tudo em Armin Meiwes vídeo original com fotos do Açougueiro Mestre.

E foi na web que ele encontrou seu par ideal, um homem chamado
Bernd Jürgen Armando Brandes , que tinha estranhas obsessões, e na
medida em que foram se conhecendo, veio a tona a mais
estranhas delas, do jovem engenheiro alemão, a de se permitir ser comido vivo.

 

Em uma entrevista após o horrendo espetáculo, ele disse:
“A primeira mordida foi com certeza única, indefinível, já que eu tinha
sonhado com isto durante trinta anos, com esta conexão íntima que se
faria perfeita através desta carne”, disse Meiwes em uma entrevista.

Armin Meiwes vídeo original com fotos do Açougueiro Mestre: Dinâmica do crime consentido

No ano de 2001, no mês de março, Meiwes traz Brandes, seu “affair”
macabro até sua casa e eles começam a se relacionar intimamente.

E após conversarem e com o consentimento da vítima, ele reza pelo
companheiro e planejam juntos como ele seria devorado.

Meiwes então, com o consentimento de Brandes, amputa o órgão do
amante, sua vítima, os dois fazem tudo em uma pequena sala,
apelidada como “matadouro”, preparada pelo açougueiro mestre, “Der Metzgermeister”.
O local, decorado com objetos oriundos de casas de carnes e
ornamentado com ferramentas de açougueiro, usadas para escarnar
animais, alem de uma jaula peculiar em rituais.

Informações posteriores revelam que Bernd Jürgen Armando Brandes
insistiu para seu órgão fosse arrancado a dentadas, o que não foi
possível, então para desilusão de seu amante, Meiwes foi obrigado a
usar uma faca de açougueiro.

Armim Meiwes tentou amputar o órgão do amante Brandes com os dentes

E seguindo os passos do ritual macabro todo sendo gravado em vídeo, Meiwes começa a prepara-lo para a degustação, e temperando membro em uma frigideira com condimentos e alho, serviu o prato para que os dois juntos, comessem.
Relatos afirmam que Brandes não conseguiu comer sua porção, dizem
que estava muito dura.

Após Brandes perder a consciência, devido a gravidade do ferimento, Meiwes o executou, esfaqueando-o no pescoço, separando sua cabeça do corpo.

Tudo sendo gravado pela câmera, (Armin Meiwes vídeo original com fotos do Açougueiro Mestre), ele prossegue, pendurando seu corpo em um gancho na sala do açougueiro e,para fatiá-lo, tirando as partes mais tenras e congelou, para
posteriormente prosseguir com seu ritual de canibalismo macabro.

Todo o ritual foi gravado em vídeo, o canibal de Rotenburg confessa com requinte de detalhes.

“Eu salguei o filé de Bernd com sal, pimenta, alho e noz-moscada. Comi
ele com croquetes “princesa”, couve de Bruxelas e molho de pimentão
verde” disse Meiwes. O sabor da carne, segundo Meiwes, era
“semelhante ao da carne de porco, um pouco mais amarga e mais forte,
mas um sabor muito bom”.

Algumas partes do corpo de Brandes, foram meticulosamente,
separadas em porções, em forma de carne picada e congelada.
Armin Meiwes, O canibal de Rotenburg, comeu nos 10 meses seguintes
cerca de mais de 20 quilos da carne humana de seu amante, dando origem ao  vídeo mais macabro já produzido, cenas fortes:

Clqie e veja Armin Meiwes vídeo original com fotos do açougueiro mestre.

Você pode gostar também Mais do autor