Ministério do Trabalho lança aplicativo para consultar PIS/Pasep

Ministério do Trabalho lançou aplicativo para celular que facilita acesso a informações do abono salarial , veja onde e como baixar o app para consultar Pis/Pasep.

Se voce trabalhou no ano de 2015 e precisa saber se têm direito ao abono salarial, para facilitar, o Ministério do Trabalho lançou um aplicativo para consultar PIS/Pasep para celular, para que o trabalhador  possa verificar se tem direito ao benefício, que poderá ser sacado na Caixa ou no Banco do Brasil.

O aplicativo para consultar PIS/Pasep estará disponível apenas para OS Android, e pode ser facilmente baixado na Playstore

Além da consultar o PIS/Pasep pelo celular, é possível ainda fazer a consulta através do site do Ministério do Trabalho: clicando aqui  ou você pode também ligar 158 e fazer a consulta por telefone.

O prazo para o saque, que seria antes ate o dia 30 de junho, foi prorrogado pelo governo e agora vai poder ser sacado até 28 de dezembro de 2017, e quase 1.5 milhão de trabalhadores ainda não sacaram o abono.

Aplicativo para consultar PIS/Pasep vai facilitar o acesso as informações

Cerca de 1,46 milhão de beneficiários, que têm direito, ainda não fizeram o saque do dinheiro do abono salarial, de acordo com dados do Ministério do Trabalho.
O governo estima que mais de 1 bilhão de reais do dinheiro disponível ainda não foi sacado.

Até o momento cerca de 24 milhões de brasileiros efetuaram o saque, 93,98% do número previsto.

Curiosamente, a maior parte dos beneficiários que ainda não fizeram o saque são do Estado São Paulo, 445,95 mil trabalhadores deste estado ainda não sacaram, deixando para trás um total de mais R$ 305 milhões.

Veja quem tem direito ao abono salarial PIS/Pasep

Relembramos que quem trabalhou com carteira assinada pelo período de ao menos 30 dias em 2015 tem dinheiro do programa pra receber.

Quem ganhou dois salários mínimos por mês no máximo, em média no período e está inscrito no PIS/Pasep há pelo menos cinco anos.

Ressaltamos que é preciso que o patrão ou empresa onde você trabalhava tenha informado corretamente seus dados ao governo

Qual é o valor do abono salarial e quando é pago o abono?

O valor pago por cada um é de até 1 salário mínimo (R$ 937), e pode variar, de acordo com o tempo trabalhado pela pessoa,e ela trabalhou o ano todo, recebe um salário mínimo.
O valor é proporcional, trabalhou um mês, é 1/12 do mínimo, 3 meses 3/12.

E, de acordo com o Ministério do Trabalho, o valor é arredondados para cima. por exemplo, quem trabalhou por um mês, teria o direito a R$ 78,08 de abono salarial, porém com o arredondamento, o beneficiário recebe então R$ 79,00 redondos.

Onde pode ser feito o saque do PIS/Pasep 2017?

Para trabalhadores de empresas privadas,que possuam o Cartão Cidadão e senha cadastrada, o saque poderá ser feito nos caixas eletrônicos da Caixa Federal e em casas lotéricas.

Para quem não possui o Cartão Cidadão, os saques deverão ser feitos em qualquer agência da Caixa, apresentado documento de identificação, com CPF.

Se você for correntista da Caixa Federal esta entidade que presta vários serviços de cidadania, além de fazer os sorteios de loterias no Brasil, seu abono será depositado na sua conta,(saldo acima de R$ 1 e movimentação)

Se você é servidor público, saque será feito nas agencias do Banco do Brasil. e caso seja correntistas do BB, seu abono também é depositado diretamente na sua conta.
Em caso de dívidas, pode se ter mais informações sobre o Pasep pelo pelo telefone do Banco do Brasil, ligue 0800 729 0001

Abono PIS Pasep de 2016 também está sendo pago

Desde o mês de julho de 2017, o governo vem pagando também o abono para quem trabalhou no ano de 2016.

Consulte o calendário do PIS/Pasep 2017 e confira a data em que seu abono estará disponível para fazer o saque, em caso de dívidas, procure uma agencia da Caixa ou do Banco do Brasil e as fontes de informações referidas neste artigo.

Além do uso do aplicativo para consultar PIS/Pasep, é possível fazer a consulta das informações por estado clicando aqui. 

Você pode gostar também