Após espremer espinha interna jovem desencadeia infecção grave em seu rosto

Depois de espremer uma espinha interna, ela viu seu rosto inchar, tomada por uma infecção grave, "meu rosto inteiro inchou e doía, parecia que algo iria sair da minha pele”.

A matéria foi destaque no site da Revista Veja São Paulo e trouxe o drama de uma garota que após espremer espinha interna inflamada se viu em uma situação complicada envolvendo riso de morte.

O caso acontece nos EUA com a jovem Katie Wright, de 21 anos de idade, em Austin, no Texas, após espremer espinha interna, ela decidiu apertar a protuberância, que tinha a aparência de uma espinha, próxima à sua sobrancelha esquerda.

Depois de algum tempo tentando espremer espinha interna, como é de hábito de muitas pessoas, a fim de se livrar da aparência que esta manifestação trás, ela começou a sentir fortes dores na região afetada.

Depois de espremer espinha interna, ela viu seu rosto inchar, tomada por uma infecção grave, “meu rosto inteiro inchou e doía. Parecia que algo iria sair da minha pele”.

Katie conta, que após alguns dias com dores ela notou que não eram normais, ela que como todo adolescente, já teve uma espinha  interna e “cutucou” muitas delas, notou que as dores eram muito intensas e decidiu relatar seu dilema no Twiter:

“Uma semana atrás, eu decidi espremer o que eu pensava ser uma espinha gigante sob minha pele, porque estava doendo há um tempo. Dentro de uma hora, meu rosto inteiro inchou e doía. Parecia que algo iria sair da minha pele”, disse Katie.

Espremer espinha interna nunca é recomendado

A aparência do rosto da menina na foto da postagem na rede social, acabou chamando atenção de várias pessoas, que preocupadas, aconselharam a garota a procurar um médico especialista pra avaliar o caso.
Foi então que ela soube que sua situação era grave, depois de ser atendida pelos médicos que avaliaram o quadro da menina.

Na avaliação dos profissionais de saúde, descobriu-se que se tratava de um caso de infecção grave.
A infecção que tomou o rosto de Katie é conhecida como celulite infecciosa, causada em geral por uma bactéria perigosa, a Streptococcus B.

Os médicos descobriram qua a infecção já atingia tecidos profundos da pele da jovem, e a surpresa maior veio ao descobrir também, que a infecção grave havia sido contraída pela má higienização de um simples lápis de sobrancelha.

Os médicos disseram que havia risco de perder a visão ou a minha vida, já que infecção que se espalhava rapidamente. Com a celulite tão perto do cérebro, imediatamente começaram a administrar os antibióticos mais fortes”, relatou Katie na rede social.

Infecção grave após espremer espinha interna inflamada (Foto/Reprodução)
Jovem desencadeia infecção grave após espremer espinha interna inflamada (Foto/Reprodução)

Depois de medicada e em recuperação, Katie Wright decidiu relatar e compartilhar esta experiência, afim de evitar que mais pessoas fossem vítimas do mesmo problema, e repercussão de sua história, postada no Twitter foi uma surpresa.

Ela relata estar impressionada com quantidade de respostas publicadas por todos que visualizaram a postagem e se sente feliz por poder alertar sobre este perigo, da perigosa bactéria Streptococcus B e da celulite infecciosa.

Katie diz ainda que é muito bom ter inspirado tantas pessoas a darem esse passo nas suas rotinas de maquiagem, o de limpar e higienizar escovas e outros utensílios, “Não estou brincando quando digo que é crítico”, conclui.

Veja neste vídeo um caso extremo de espinha interna:

Fica nossa recomendação, cutucar cravos ou uma espinha inflamada nunca é recomendado, e espremer espinha interna, principalmente, sem uma devida higienização dos materiais e mãos, para evitar uma contaminação que pode por em risco sua saúde.

 

Você pode gostar também