Empréstimo consignado: cai os juros para aposentado e servidor. Veja simulações

Com a redução da taxa Selic, o teto dos juros para os empréstimos consignados se reduziram, pela segunda vez no ano. confira as mudança e simulação de empréstimo.

O governo baixou as taxas de juros pela segunda vez neste ano, para os servidores públicos federais aposentados e que são pensionistas do INSS e procuram por empréstimo consignado.

A redução da taxa para aposentados e pensionistas passou de 2,14% para 2,05% a.m e para os funcionários públicos caiu de 2,20% para 2,05%. A resolução com os novos valores foi anunciada na sexta-feira (29) no Diário da União e já vigoram.

No mês de março ocorreu uma queda de 0,3% para os servidores e de 0,2% para os segurados da previdência social. Os juros se baseiam na taxa Selic, para aposentados e servidores públicos. Com a redução da Selic o teto dos juros dos empréstimos consignados caiu.

As simulações do empréstimos consignado para aposentados e pensionistas e funcionários públicos

Para a contratação de um empréstimo para um aposentado no valor de 1.000 em 12 parcelas, cada prestação seria de R$94,85. Se fosse com a taxa de juros anterior, a parcela ficaria no valor de R$95,37. O total do empréstimo sairia por 1.138, a uma taxa de juros de 2,05%.

Outra simulação seria a de um empréstimo de R$1.500 dividido em 18 vezes. Cada prestação ficaria por R$101,49, a uma taxa a.m de 2,14%. Com a nova regra de juros, a parcela sairia por R$100,49. O valor total do financiamento ficaria por R$1.808,82.

Os empréstimos consignados são descontados na folha de pagamento dos funcionários e por isso o risco de inadimplência é mínimo.

Você pode gostar também